Mercado Imobiliário

Giro de Notícias do Mercado Imobiliário #38

O primeiro Giro de Notícias de 2022 está no ar! Confira o que os especialistas estão esperando para o Mercado Imobiliário esse ano.

Compartilhe este artigo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Sumário

Com o início de 2022, a imprensa divulga projeções de especialistas para o decorrer do ano. O mercado imobiliário e a construção civil são dois segmentos que conseguiram continuar em alta mesmo durante a pior fase da pandemia do Covid-19. Entretanto, alguns especialistas acreditam que, nos próximos dois anos, o mercado não continuará nesse processo de crescimento, conforme reportagem publicada no portal Segs. O Estadão mostra que os ciclos de alta da Selic devem impactar financiamento imobiliário em 2022.  Já o portal Infomoney produziu reportagem sobre a compra de terrenos no metaverso, utopia futurista que busca unir os mundos real e virtual, ainda está em construção. Confira as principais notícias do setor desta semana!

.

Mercado Imobiliário

.

Valor

Piora da economia já reduz ritmo de lançamentos

Ao menos três incorporadoras de capital aberto chegaram ao fim de 2021 sem cumprir o Valor Geral de Vendas (VGV) que pretendiam lançar – Tecnisa, EZTec e Tenda. A maior cautela de parte do setor reflete a piora do cenário macroeconômico. Desde setembro, a velocidade de vendas de imóveis residenciais, principalmente daqueles destinados à classe média, foi reduzida, em decorrência do aumento das incertezas e de inflação e juros em alta. A recessão técnica do país também assusta quem pretende contratar um financiamento de longo prazo. No segmento de baixa renda, as margens das companhias seguem pressionadas pelos custos elevados. Leia mais

.


.

Segs

O cenário da Construção Civil para 2022

O mercado imobiliário e a construção civil são dois segmentos que conseguiram continuar em alta mesmo durante a pior fase da pandemia do Covid-19. Para se ter uma ideia, de acordo com a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), em 2020 as vendas de unidades residenciais novas cresceram 9,8% no Brasil. Para este ano, as previsões são de crescimento entre 5% e 10% diante de uma alta de 3% do PIB. Entretanto, alguns especialistas também acreditam que, nos próximos dois anos, o mercado não continuará nesse processo de crescimento. Leia mais

.


.

Jovem Pan

Mercado imobiliário de São Paulo fecha 2021 em crescimento e mantém bom desempenho na pandemia

mercado imobiliário de São Paulo fechou o ano em crescimento e mantém bom desempenho na pandemia da Covid-19. Em 2019, foram vendidos 50 mil imóveis novos na capital; em 2020, primeiro ano do avanço do coronavírus, o setor comercializou 60 mil residências; e finalizou 2021 com a marca de 65 mil unidades negociadas. O presidente do Sindicato do Mercado Imobiliário de São Paulo (Secovi-SP), Basilio Chedid Jafet, ressalta que o setor manteve seus canteiros de obra na pandemia e conteve o impacto para 600 mil trabalhadores no Estado. “. Leia mais

.


.

Infomoney   

O que são terrenos no metaverso (e como comprar)?

O metaverso, utopia futurista que busca unir os mundos real e virtual, ainda está em construção. No entanto, algumas plataformas já começaram a desenhar essa nova camada de realidade, e desenvolveram universos digitais, onde é possível comprar pedaços de terra para construir casas e negócios digitais, que ficaram conhecidos como “terrenos no metaverso”. Leia Mais

.


.

InvestNews

Preço dos imóveis sobe mais de 5% em 2021, maior alta desde 2014

O preço dos imóveis encerrou o ano de 2021 com alta acumulada de 5,29%, a maior desde os 6,7% de 2014. É o que aponta o Índice FipeZap de Preços de Imóveis Anunciados, que acompanha o preço médio de apartamentos prontos em 50 cidades brasileiras com base em anúncios na internet. Os números representam a variação nominal dos preços, ou seja, não consideram a inflação no mesmo período. Se for considerada a inflação de 9,28% prevista no ano para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 2021, o preço dos imóveis teve uma queda real de 3,66%. Leia mais

.


.

Estadão

Ciclos de alta da Selic devem impactar financiamento imobiliário em 2022

O mercado imobiliário brasileiro, que sofreu ligeira estagnação no primeiro semestre de 2020 em função da pandemia, não encontrou acomodação. Com o isolamento social, a procura pelo lar ideal que pudesse abrigar a família, a escola a distância e o trabalho remoto aqueceu a oferta e a demanda já no segundo semestre de 2020. E, de acordo com estimativa da Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi), o Valor Geral de Vendas (VGV) encerrou 2021 em R$ 99 bilhões no País, o que representa crescimento de 12% em relação em relação ao ano anterior. Leia mais

.


.

Para mais conteúdos e dicas para transformar o m² dos seus sonhos em realiade, acesse:

.

conteúdo sobre decoraçãoconteúdo sobre construçãoconteúdo sobre finanças
conteúdo sobre loteamentoconteúdo sobre o mercado imobiliárioconteúdo com dicas

.

Receba nossos conteúdos no seu e-mail. Fique por dentro das novidades da 1M2