Retrospectiva 2021

Giro de Notícias do Mercado Imobiliário #27

Leia as notícias mais relevantes que aconteceram nesta semana sobre o Mercado Imobiliário.

Compartilhe este artigo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Sumário

Nessa semana tivemos a boa notícia de que a Caixa reduziu de 3,35% para 2,95% ao ano a taxa de juros para o crédito imobiliário na modalidade Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). Outra informação bastante positiva para os consumidores e profissionais da área é que o mercado imobiliário deve ficar ainda mais aquecido nos próximos anos, mesmo com a inflação global e as eleições de 2022 causando incerteza entre investidores, segundo a matéria na Exame Invest. Outro destaque desta semana são as incorporadoras chinesas, que além da Evergrande, também correm perigo e ameaçam uma nova crise no mercado. Veja essas e outras notícias importantes que separamos para você!

.

.

Exame Invest

As tendências do mercado imobiliário, segundo 2 gigantes do setor

O mercado imobiliário deve ficar ainda mais aquecido nos próximos anos, mesmo com a inflação global e as eleições de 2022 causando incerteza entre investidores. Leia mais

.


.

Money Times

Even, Moura Dubeux, Cury e Melnick: economia mais fraca já pesa para as construtoras?

As quatro construtoras tiveram redução do ritmo de vendas, apesar dos lançamentos mais fortes, o que dá mostra de uma estabilização no setor, apontam analistas. Leia mais

.


.

Rede Jornal Contábil

Caixa diminui juros do crédito imobiliário ligado à poupança

Boas notícias para quem deseja realizar o sonho da casa própria: A Caixa reduziu de 3,35% para 2,95% ao ano a taxa de juros para o crédito imobiliário na modalidade Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE). Vale lembrar que o prazo para o pagamento das prestações é de 35 anos. Leia mais

.


.

InfoMoney

Incorporadoras da China têm metade da dívida “distressed” mundial

Em um mundo onde o estímulo dos bancos centrais aliviou a maior parte dos problemas de liquidez nos mercados globais de títulos, a crise de incorporadoras imobiliárias da China se destaca. Dos US$ 139 bi em títulos denominados em dólar e negociados a preços muito baixos, 46% foram emitidos por empresas do setor imobiliário do país. Leia mais

.


.

Valor Econômico

Bancos apontam tendência de leve desaceleração para as construtoras

O movimento acontece por uma confluência de fatores macroeconômicos que afetam diretamente o desempenho das companhias do setor. Apesar dos números parmanecerem em patamares elevados, uma tendência de leve desaceleração nas vendas já começa a ser apontada pelos grandes bancos. Leia mais

.


.

Mix Vale Notícias

Casa Própria: Crédito imobiliário tem redução de novas taxas para aquisição de financiamentos

A CAIXA anunciou a redução de taxas de juros do crédito imobiliário, nesta quinta-feira (16/09), em evento para o setor da construção civil realizado na CAIXA Cultural Brasília (DF). O evento contou com a participação do presidente da CAIXA, Pedro Guimarães, e de representantes de entidades da construção civil. Leia mais

.


.

Seu Dinheiro

Não é só a Evergrande: conheça as cinco incorporadoras chinesas que correm perigo e ameaçam uma nova crise no mercado    

O baque provocado pela Evergrande pode ter aberto uma rachadura no setor por onde escapam os problemas de outras grandes incorporadoras do gigante asiático. Com o aperto regulatório promovido pelo governo para conter a especulação imobiliária no país asiático segue intensificando o efeito dominó. Leia mais

.

Receba nossos conteúdos no seu e-mail. Fique por dentro das novidades da 1M2