Tinta

Como escolher a tinta certa para sua casa

Conheça as diferenças etre os tipos de tinta e qual a melhor escolha para ambiente interno e externo.

Compartilhe este artigo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Sumário

Um dos principais erros que você pode cometer na hora de pintar sua casa é repetir os mesmos tons e tipos de tinta nas partes interna e externa da construção. Os dois lados da residência requerem tintas com características especiais para que os benefícios de escolher certo aparecem ao longo do tempo. Aqui, vamos explicar uma pouco mais qual a tinta certa para o seu imóvel.

.

Tinta certa
Tinta certa: para casa ambiente da casa, existe uma tinta específica para o acabamento ficar de qualidade

.

Diferenças entre ambiente externo e interno

As pinturas externas precisam de uma atenção especial porque sofrem com as variações de clima. Chuvas, umidade, calor, frio, entre outros fatores naturais influenciam na resistência da pintura. Quando o produto utilizado é o mesmo do interior, os problemas começam a aparecer logo. Entre os principais, estão fissuras, mofo, descascamento, trincas, escorrimento e bolhas.

Por conta disso, para esse tipo de pintura são recomendadas tintas mais resistentes ao desgaste, como a tinta acrílica, que é altamente impermeável, ou a tinta emborrachada, de acabamento fosco e que consegue esconder pequenos defeitos na superfície.

.

tinta certa
Tinta certa: o tipo de tinta é diferente para as áreas internas e externas

.

Já as paredes internas necessitam de tintam que se adaptam bem ao processo de limpeza e que não precisam de manutenção sempre. Neste sentido, as melhores são as tintas de látex ou PVA.  Como se trata de um tinta de base água, ela permite que a parede e o teto sejam limpos com pano úmido.

.

Cores da tinta certa

No caso das cores, também há diferença entre as pinturas externas e internas. Para o lado de fora da casa, os tons mais tradicionais são branco, bege, off-white e marrom mais claro.

No entanto, vem ganhando mais adeptos o uso de tons vibrantes, para dar mais alegria à casa. Entre essas cores, estão o amarelo, laranja e até vermelho. Os tons mais fortes são muito usados para pintar casas de campo ou de praia.

.

Tinta certa
Tinha certa: a cor diz muito sobre a atmosfera do ambiente

.

Há também a opção de utilizar tons amenos das cores mais vibrantes.

Já na parte interna da casa, a variedade é maior, pois a cor da parede precisa estar de acordo com o objetivo do ambiente. Se a ideia é fazer daquele cômodo um local tranquilo, a melhor ideia é usar o azul claro ou o off-white.

Já se a ideia é ser um ambiente mais feliz e animado, o laranja e o amarelo podem ser boa opções. Normalmente, essas cores são usadas estimular a criatividade.

.

Antes de pintar

Pintar uma parede, seja ela interna ou externa não é apenas pegar um pincel, passá-lo na tinta e depois na parede. É preciso ter toda uma preparação. Existem alguns cuidados essenciais antes.

Primeiramente, é preciso lixar a parede para acabar com as saliências, por menores que sejam. O segundo passo é retirar o pó que resultou desse primeiro processo com um pano.

.

Tinta certa
Tinta certa: antes de começar a pintar, é preciso preparar bem o ambiente

Obviamente, ainda vão ficar imperfeições na parede, que podem ser retiradas com a massa corrida. Por fim, a pintura de uma parede deve ser feita toda de uma vez, para que não haja diferenças perceptíveis após o resultado final.

Um detalhe importante: se o teto também for pintado, isso precisa ser feito antes das paredes.

.

Preparação de ambiente

Embora alguns cuidados sejam básicos na hora de pintar, muitas pessoas acabam se esquecendo deles e acabam tendo dor de cabeça depois.

Primeiramente, é preciso tirar todos os móveis e enfeites do ambiente, de forma a evitar sujeira ou, pior, respingos de tinta. O chão também deve ser coberto com folhas de jornal ou papelão ondulado. Para este fim, aliás, nunca se pode utilizar plástico em vez de papel. Devemos lembrar que a tinta na superfície plástica demora muito mais tempo para secar.  

Para proteger os rodapés, teto e portas, basta utilizar fita crepe.

.

Qual dia é melhor pintar?

A pintura de uma casa, claro, é feita sob necessidade. Mas, preferencialmente, ela deve ser feita em dias quentes e secos, facilitando que a tinta seque o mais rápido possível e deixando o trabalho menos penoso.

.

Tinta certa
Tinta certa: prefira pintar em dias ensolarados

.

Por isso, é essencial estar de olho na previsão do tempo quando surgirem os primeiros planos para pintar a casa.

.

Resumindo como escolher a tinta certa para a sua casa

O processo de pintura de uma casa é mais simples do que os pessimistas costumam dizer, mas também é mais complexo do que os otimistas defendem.

Tudo começa com a escolha da tinta, que deve ser diferente nas partes interna e externa da casa. Na externa, tipos impermeáveis e mais resistentes à ação do tempo, como a acrílica e a emborrachada. Já na parte interna, recomendamos tintas que podem ser facilmente limpas, como as de látex ou PVA.

Em relação às cores, tudo depende. Na área externa, são usados tons mais neutros nas construções da cidade e mais vibrantes em casas de praia ou campo. Na parte interna, a cor deve seguir a proposta do ambiente: tons como azul e off-white para tranquilidade ou tons mais fortes, como o laranja, para ambientes mais alegres ou que estimulem a criatividade.

Antes de pintar, no entanto, importante preparar bem o ambiente e seguir certinho os passos de lixar, limpar, passar massa e a tinta de modo correto. Depois, é só curtir a casa com nova cor.

Receba nossos conteúdos no seu e-mail. Fique por dentro das novidades da 1M2